Modern technology gives us many things.

Carnaval de Pernambuco: 5 blocos que você não pode perder

0

O Carnaval de Pernambuco é marcante: muita gente na rua, várias fantasias e os ritmos do frevo e do maracatu como destaques da animação.

No artigo de hoje, vamos falar um pouco sobre essa festa que já tem anos de tradição no estado e apresentar os principais blocos para brincar durante o período do Rei Momo. Vem para a folia com a gente!

O Carnaval de Pernambuco

Pernambuco tem um dos maiores carnavais de rua do país por isso, os blocos são a atração principal da programação.

A origem da festa no estado começou ainda no século XVII, como uma celebração da Festa de Santos Reis, um pouco depois do Natal.

Nesse período cantigas eram improvisadas na rua e as pessoas se reuniam em cortejos.

Com o tempo, o carnaval pernambucano assumiu a imagem atual e começou a se popularizar a partir dos anos de 1800.

Hoje, a festa concentra-se em Recife — que abre as celebrações na “sexta-feira gorda” — e Olinda.

Algumas cidades do interior também chamam atenção na folia, como Nazaré da Mata, Bezerros e Pesqueira.

Blocos de destaque

Em 2019, o Carnaval de Pernambuco começa oficialmente com uma festa de celebração no Marco Zero no dia 01º de março e segue até quarta-feira, dia 06. Nesse período, vários blocos agitam o estado e todos são gratuitos.

1. Galo da Madrugada

Carnaval de Pernambuco
Galo da Madrugada desfila pelas ruas do Centro do Recife no carnaval 2019. — Foto: Rafael Medeiros/G1

O Galo desfila no sábado de carnaval pela manhã e é considerado pelo Guinness Book, desde 1995, o maior bloco do mundo.

Ele tem um trajeto realizado no centro da cidade do Recife e sua saída começa às 9h com vários trios elétricos.

A programação conta com artistas nacionais e locais e segue até as 18h. O bloco foi fundado em 1978.

2. Pitombeira dos Quatro Cantos

créditos: olindahoje

A Pitombeira, como é tradicionalmente conhecida, é um dos blocos mais antigos do estado. Fundado em 1947, em Olinda, ele reúne milhares de pessoas durante o carnaval e toca, principalmente, ritmos tradicionais do frevo. O cortejo sai durante dois dias, na segunda e terça-feira, no período da manhã.

3. Bloco da Saudade

creditos: oxerecife

O Bloco da Saudade é para as pessoas que gostam de algo mais tranquilo, lembrando as festas antigas do Carnaval de Pernambuco. Fundado em 1974, em Recife, ele segue apresentando antigas marchinhas de frevo entoadas por um coral feminino. O bloco desfila em Olinda (domingo de carnaval) e Recife (segunda e terça), sempre à tarde.

4. Homem da Meia Noite

Homem da Meia-Noite tem no dia 2 de fevereiro de 1932 uma das suas duas datas de fundação — Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press

O Homem da Meia-Noite é um dos blocos carnavalescos mais tradicional de Olinda. Fundado entre os anos de 1931 e 1932, ele é hoje considerado Patrimônio Vivo de Pernambuco e desfila todos os anos na madrugada do sábado de carnaval para o domingo.

O bloco sai à meia-noite ao som do frevo e reúne milhares de pessoas nas ladeiras de Olinda. O seu maior símbolo é o boneco gigante representando o Homem da Meia-Noite.

5. Eu Acho É Pouco

O vermelho e o amarelo tomaram conta de Olinda, durante desfile do Eu Acho é Pouco, neste sábado (1º) — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Um bloco conhecido pela crítica política que faz, o Eu Acho É Pouco foi fundado em 1976, em Olinda. O objetivo era expressar a insatisfação dos membros contra a ditadura.  Ele tem como símbolo um dragão vermelho e desfila em Olinda ao som de artistas locais no sábado e terça-feira de carnaval, sempre à tarde.

Todos esses blocos reúnem milhares ou milhões de pessoas e dão vida ao Carnaval de Pernambuco. Eles são gratuitos e estão abertos a todos que amam a folia. Se você for passar a festa de Momo no estado não deixe de conhecer um dos cinco blocos citados aqui.

Continue acompanhando o site para conhecer mais destinos interessantes. Até mais!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.