Modern technology gives us many things.

Jack Kevorkian, o Doutor Morte

0

Nascido em 26 de maio na região de Detroit(EUA), Jack Kevorkian que ficou conhecido mais tarde como o Dr Morte, concluiu seus estudos e tornou-se um médico patologista no ano de 1952. Profissão que exerceu até meados da década de 70.

Jack já apresentava algumas ideias diferentes relacionadas a morte desde o início da sua carreira.  Uma de suas sugestões era que órgãos e tecidos de pacientes já falecidos fossem reutilizados. ideia essa que não foi bem aceita pelos colegas de profissão. Jake tentou obter permissão do governo para fazer experimentos com prisioneiros condenados a morte, ideia que também foi rejeitada.

A fama do doutor morte

Na década de 1980 Jack ganhou notoriedade, por ajudar – em seu conceito –  pacientes terminais acabarem com seu sofrimento por meio do suicidio assistido. O processo envolve ajudar outra pessoa, de forma consciente e indolor, a morrer por conta própria. Portanto, não é o mesmo que eutanásia, que é realizada por um médico ou outra pessoa que não seja a pessoa envolvida, pois o paciente geralmente está inconsciente e não pode indicar se é favoravel ou não ao procedimento.

Desde então, Kevorkian lutou pelo direito de fazer o procedimento. Em 1988, ele construiu a “Large Machine”, que consumava o fato liberando uma droga no corpo do paciente com o apertar de um botão. Quando perdeu sua licença médica em 1991, ele começou a usar o monóxido de carbono como ferramenta para matar essas pessoas.

O julgamento do Dr morte

O Dr. Morte foi julgado e defendido três vezes por praticar tais atos, porém sem maiores consequências. Em 1998, foi acusado de homicídio por causar diretamente a morte de um paciente, Thomas Youk, fisicamente incapaz de administrar sozinho a droga letal. Os vídeos do procedimento ainda foram filmados e autorizados a serem exibidos na televisão. Como resultado, ele foi condenado a 25 anos de prisão, com direito a liberdade condicional desde 2007.

Nas primeiras horas de 3 de junho de 2011, Jack Kevorkian morreu no hospital William Beaumnt, em sua cidade natal, devido a um coágulo de sangue preso em seu coração. Ele ficou internado lá por cerca de um mês,devido a problemas renais e complicações do diabetes. Jack dizia não se arrepender de nada, pois acreditava ter feito o que era certo. Apesar de ter recebidos muitas críticas, Jack Kevorkian provou um debate nos Estados Unidos sobre a legalização da eutanasia. O que levou três estados do país a permitirem a prática.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.