3 meses antes

Nostalgico: O passado da internet

Compartilhe

Velocidade de 500 MB, Facebook, YouTube, Netflix e muitas outras coisas… Nos primeiros dias da Internet, nada disso existia. Para quem nasceu há décadas e sabe usar computadores, a realidade do mundo virtual é completamente diferente daquela que os usuários encontram hoje.

É por isso que nem tudo é tão interessante. Por isso trouxemos para vocês uma lista dessas cinco coisas que marcaram o início dos anos 2000 e abriram as portas para a realidade de hoje. Embarque nesta aventura nostálgica conosco!

Internet discada

Jovem dinâmico do mundo virtual, tente imaginar como seria sua vida se para entrar na ‘internet’ fosse necessário discar um número de telefone?

Além disso a conexão era tarifada por minuto, no horário comercial era muito mais caro. A noite, quando era mais barato, mas as linhas viviam completamente congestionada.

Você estava atualizando sua página no Flogão ou seu perfil no Orkut quando de repente cai tudo. O motivo? Alguém conectou a linha telefônica em casa e a conexão do cabo foi desconectada.

Além disso, não dava para usar telefone e internet em simultâneo, tinha que ser um de cada vez, e a conta no fim do mês era extremamente alta.

Download eterno

Outra coisa que não existia no início do mundo virtual é o enorme pacote de conexão à Internet de 100, 200, 300, 500 MB. A velocidade de download é infinitamente lenta e o download de um arquivo mais pesado pode levar várias horas.

Você instalou o Counter Strike 1.6? É melhor ir para a cama à noite e deixar o computador fazer o trabalho sujo.

Músicas

Nenhum Spotify, Deezer, Apple Music e seus derivados podem ajudá-lo a ouvir suas músicas favoritas com um clique. Nesse caso, você precisa baixar programas como LimeWire ou Ares para quebrar o arquivo .mp3 das profundezas da Internet, ou pagar uma taxa alta para comprar uma música.

Vírus

Seu software antivírus acaba de detectar um cavalo de Tróia ". Quem nunca leu essas informações? Os vírus são completamente caóticos. Eles apagam seus erros em seus rostos, abrem as janelas eles próprios e causam o maior caos na área de trabalho. Portanto, clique com cuidado!

Bate-papo

Pois bem … Muitos brasileiros diriam que o WhatsApp é uma das melhores invenções deste século, é fato. Mas o MSN Messenger tem charme, o que é inegável.

Você esperou o dia todo para que seu computador doméstico ficasse livre para poder bater um papo com seus melhores amigos, enviar essas mensagens indiretas em sub-apelidos e ainda permanecer invisível para evitar responder a contatos inconvenientes.

No começo dos anos 2000 se você quisesse se comunicar com alguém tinha que ensinar os tais sms os famosos torpedos que tinham o limite de 160 caracteres e nao podiam conter imagens ou vídeos.

Cada um custava 30 centavos o que para época era muito caro, as conversas tinham que ser rápidas e curtas ou seus créditos já eram.

Para que a internet foi criada?

Ela surgiu em plena Guerra Fria e foi criada com objetivos estritamente militares. Ela foi criada para interligar as bases militares dos Estados Unidos e com isso garantir as comunicações norte americanas seriam mantidas mesmo em caso de ataques inimigos que destruíssem os meios convencionais de telecomunicações.

Como é feita a internet?

Quando conectamos um computador a outro, ou quando ligamos vários computadores uns aos outros, criamos uma rede local. ... E esses servidores são formados por grandes computadores conectados à rede mundial de Internet, cada um deles também identificado por um endereço de IP.

Como surgiu e como foi a evolução da internet?

A origem. O conceito de internet começou na década de 50, em plena guerra fria. Mas, só nos anos 60, a ideia se efetivou nos Estados Unidos e na União Soviética. Os norte-americanos criaram um sistema descentralizado do Pentágono com a intenção de evitar ataques e perda de documentos importantes.

Quem inventou a internet e para quê?

O projeto, idealizado pela Advanced Research and Projects Agency (Arpa) e financiado pela Nasa e pelo Pentágono, tinha como objetivo criar uma rede que fosse capaz de armazenar dados e resistir auma destruição parcial – caso houvesse, por exemplo, um ataque nuclear.

Curtiu? saiba outras curiosidades em nosso site.

View Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked*

Este website usa cookies.