Modern technology gives us many things.

O que fazer em Gramado RS mais 10 dicas de pontos turísticos

0

Hoje iremos falar sobre mais ótimo destino turístico do Brasil. Saiba o que fazer em Gramado!

Como sabemos o mundo é um lugar cheio de diversidades, com lugares exuberantes, com diversas culturas, e modo de ser viver. Em meio a lugares remotos sempre á pontos turísticos que encanta e fascina facilmente, com suas belezas.

Informações gerais sobre a cidade de Gramado RS

O município de Gramado foi criado pela Lei 2 522, de 15 de dezembro de 1954, após ser emancipado da cidade de Taquara. A região era habitada por índios caingangues e, posteriormente, foi colonizada por descendentes de açorianos, imigrantes alemães e italianos.

turismo em Gramado é a principal fonte de renda do município, contribuindo com cerca de 90% de sua receita.É uma cidade marcada por muitas belezas, possuidora de riquezas naturais exuberantes, sendo o maior pólo turístico do Rio Grande do Sul e um dos mais importantes do Brasil.

A cidade destaca-se como centro de grandes eventos (congressos, seminários e encontros) além de sediar anualmente um dos mais tradicionais festivais de cinema da América Latina: o Festival Brasileiro e Latino de Cinema, durante o qual são distribuídos os prêmios Kikito.

O que fazer em Gramado RS

A cidade de Gramado localiza-se na serra gaúcha, no Estado do Rio Grande do Sul, e é um dos maiores cartões postais do Estado. Pequena e aconchegante, Gramado possui cerca de 35 mil habitantes e uma área de pouco mais de 235 mil metros quadrados.

gramado-custom-dimensions-6101531-7939334-7591178

Antes de mais nada, você deve estar preparado para o frio, a cidade pode chegar á tempeturas negativas no inverno e um clima mais ameno no verão. Contudo, Gramado conta com muitos hoteis e pousadas com um charme europeu e recepção acalorada.

Por que visitar Gramado RS

Gramado é hoje o maior pólo turístico do Rio Grande do Sul, recebendo centenas de milhares de turistas do Brasil do resto do mundo todos os anos. Em outras palavras, a cidade vive do turismo, sendo a principal fonte de renda e atividade econômica do local.  Ademais, Gramado é um cenário único no Brasil que contrasta bastante com as praias – destino comum no turismo brasileiro.

É como visitar um pedacinho da Europa perdido na América Latina, isso porque a cidade foi formada com grande influência de imigrantes italianos a alemães, principalmente, que se familiarizaram mais com o clima da Serra Gaúcha do que em outros locais.

gramdo-4574726-9762547-3744604

É uma cidade que proporciona contato com a natureza, arquitetura, artes, gastronomia de alta qualidade e acima de tudo diversão. Destacamos aqui algumas das principais atividades para você saber o que fazer em Gramado.

Gramado é famosa por suas longas avenidas com canteiros floridos o ano todo.

10 Pontos Turísticos para você saber o que fazer em Gramado RN:

Listamos aqui os 10 principais pontos turísticos da cidade de Gramado para você saber o que fazer em gramado.

A Mina de Gramado

O projeto, da empresa Bortoluzzi Pedras Minerais, nasceu da atividade da empresa no comércio de pedras preciosas. Segundo Júlio César Bortoluzzi, um dos sócios-proprietários do empreendimento “as peças que integram o acervo do Museu fazem parte da coleção particular da empresa Bortoluzzi.

Em 2008, nasceu a vontade de compartilhar a coleção de forma pública, então foi decidido que seria montado o Museu em Gramado, por ser um pólo turístico que atrai grande público de todo o Brasil”

img_2739-4109147-2835924-7927685

Ao final do passeio na Mina de Gramado, poderá fazer algumas comprinhas na Loja da Mina, são vendidos bijuterias e jóias, artigos para decoração feitos de pedras preciosas.

O que Fazer na Mina de Gramado:

Os visitantes passarão por dentro de um túnel com 80 metros de extensão, com pequenos lagos e cascatas. Durante o percurso o visitante ouvirá uma narrativa que conta um pouquinho sobre a história da mineração.

São mais de 150 pedras preciosas cravejadas na rocha, e vários tipos de pedras tais como: ametista, citrinos, calcitas e ágatas, uma das mais belas e famosas pedras.

Curiosidades da Mina de Gramado:

Ao entrar na Mina de Gramado, você irá conhecer um mundo subterrâneo, um lugar onde preserva pedras preciosas do Brasil, México, Índia, Estados Unidos e de outros Países.

Como Chegar na Mina de Gramado:

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção noroeste na Av. Borges de Medeiros 150 m, Na rotatória, pegue a 4ª saída e mantenha-se na Av. Borges de Medeiros, o destino estará à direita.

Parque Gaúcho

Desde 2011, o turista que visita Gramado tem a oportunidade de conhecer o Parque Gaúcho, um parque temático que conta a história dos gaúchos, da sua origem aos costumes de seu povo.

Dos mesmos empreendedores do GramadoZoo, o Parque Gaúcho fica localizado ao lado do zoológico, na Estrada RS 115, no Km 35. Portanto, uma boa oportunidade é conhecer o Zoo e depois dar uma passadinha no Parque Gaúcho, já que adquirindo ingresso para a primeira atração você tem o direito de conhecer a outra sem pagar mais nada.

parue-gaucho-2086174-2059846-7905001

Esse ponto turístico de Gramado vai te aproximar e te fazer mergulhar na vida campeira, vivenciar as origens e entender o espírito da cultura gaúcha. Essa é a essência do Parque Gaúcho de Gramado

O que Fazer no Parque Gaúcho:

Em uma área de 120 mil metros quadrados, o parque conta com Memorial do Gaúcho, restaurante temático, espaço para lidas campeiras, resgate de raças crioulas, arena de shows, fogo de chão, galpão mirim, entre outras atrações.

Ao chegar no parque, o visitante é recepcionado com um vídeo, no galpão de entrada. Após a apresentação inicial, é hora de aproveitar e conhecer toda a infra-estrutura montada para que o turista vivencie o espírito gaúcho.

Curiosidades do Parque Gaúcho:

Foi inaugurado no parque em 2012, um espaço que mostra os tipos de habitação do interior do pampa, no século 18.

 Foram restauradas uma toldeira de couro usada pelos índios pampeanos, uma oca de capim dos índios guaranis, uma estância cimarrona, feita de torrão de barro com telhado de capim, um bolicho de campanha (um tipo de armazém), um fogo de chão onde são contadas as historias gaúchas. 

A chama do fogo foi acessa pelo Governador Tarso Genro, uma réplica da capela de pedra de 1771, que marca a chegada dos colonizadores no seculo 18, entre outras habitações da época.

Como Chegar no Parque Gaúcho:

Partindo do centro de Gramados – Pegue a R. São Pedro até Av. das Hortências/RS-235 em Centro 3 min (700 m), Na rotatória, pegue a 1ª saída para a Av. das Hortências/RS-235 4 min (2,4 km), Pegue a Estr. da Pedreira até RS-115 em Tres Pinheiros 3 min (2,2 km), Curva suave à direita na RS-115 4 min (3,9 km), e Dirija até seu destino que é o Parque Gaúcho.

Praça Major Nicoletti

A Praça Major Nicoletti foi inaugurada na década de 30, e em 2003 a praça ganhou uma nova decoração com belas flores e árvores,  bancos para descanso e banheiros públicos. Sua fonte rodeadas por lindas flores adornam ainda mais a Praça Major Nicoletti.

praca-major-nicoletti-04-585x384-9166848-3842976-1466034

Se você estiver por Gramado, certamente passará por esse local charmoso e inesquecível.

O que Fazer na Praça Major Nicoletti:

É o local perfeito para aproveitar os dias de sol para passear pelos seus recantos. Na praça você poderá encontrar  galerias com muitas lojas de malhas e afins, bistrôs românticos e cafés que oferecem variado cardápio de cafés, cervejas importadas, doces e salgados.

Curiosidades da Praça Major Nicoletti:

Praça Major Nicoletti em Gramado, essa belíssima praça foi inaugurada em 1936 e fica na frente na Igreja São Pedro e o Palácio dos Festivais, um dos cenários mais característicos de Gramado.

Como Chegar na Praça Major Nicoletti:

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção noroeste na Av. Borges de Medeiros 150 m, Na rotatória, pegue a 4ª saída e mantenha-se na Av. Borges de Medeiros, o destino estará em frente a Praça está a Igreja de São Pedro e o lado Palácio dos Festivais.

Rua Coberta

A Rua Coberta é um dos pontos turísticos mais visitado de Gramado, em virtude de estar bem no centro da cidade e ligar as duas avenidas. O nome original da Rua Coberta é Rua Madre Verônica, são 100 metros de comprimento, com telhado de vidro, sendo assim os turistas poderão abrigar-se durante os dias de chuva.

rua-coberta-05-585x384-6880883-2240713-5047714

Os eventos mais conhecidos na Rua Coberta são: desfile de Moda, Feira do Móvel, Semana do Meio Ambiente, Exposição Nacional de Orquídeas e apresentações de Natal.

No natal a Rua Coberta ganha uma reverente decoração natalina com uma grande árvore de natal, a famosa Árvore Cantante, onde corais da cidade se apresentam, cantando e encantando a todos.

O que Fazer na Rua Coberta:

A Rua Coberta possui um cenário de grandes aspirações para eventos e apresentações durante as temporadas da cidade.

Além disso a Rua Coberta conta com Lojas de artesanato feito na Serra Gaúcha – Lojas de sapatos – Lojas de artigos em couro – Malharia – Artigos esportivos – Livraria – Restaurantes – Cafés e bistrôs e Lojas de chocolates.

Curiosidades da Rua Coberta:

Durante o inverno da Serra Gaúcha, os cafés e restaurantes ficam lotados de turistas assistindo aos shows musicais de bandas locais, que apresentam-se em um palco montado na Rua. Muita gente bonita circulam na Rua Coberta.

Como Chegar na Rua Coberta:

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção noroeste na Av. Borges de Medeiros 150 m, Na rotatória, pegue a 4ª saída e mantenha-se na Av. Borges de Medeiros 450 m, Na rotatória, pegue a 4ª saída e mantenha-se na Av. Borges de Medeiros em direção a Rua Coberta/Palácio dos Festivais , o destino estará à direita.

Lagos de Gramado

Confira os Lagos de Gramado

Lago Negro de Gramado

Quando perguntar sobre o que fazer em Gramado é bem provável que um dos principais locais a serem recomendados é o Lago Negro. Inegavelmente um dos lugares mais românticos que você pode visitar na cidade.

O Lago é um espelho d’água que mais parece uma joia negra reluzente. Contudo, é cercado de flores – principalemente Hortênsias – de cores bem vivas e alegres. É cercado por um bar, restaurante e uma loja de conveniências onde você pode adquirir lembranças da visita. Embora seja um espetáculo da natureza o Lago Negro em si é artificial.

gramado-7-2731136-4679391-4319287

Um açude construído em uma parte mais afastada de centro de Gramado que oferece uma experiência de calmaria e tranquilidade.

O que fazer no Lago Negro em Gramado

Perfeito para um clima romântico ou apenas relaxar com a família. A ideia aqui é sentir-se um pouquinho na Europa. O Lago Negro possui, principalmente, pedalinhos que funcionam das 08:00 pas 19:00.

Além disso, é ideal para um jantar e aproveitar um pouco da gastronomia italiana e alemã, bastante predominante em Gramado. Em volta do lago há rotas para caminhada e bicicletas.

lagonegro05-5316245-2383253-8547254
foto: Franklin Samir

As crianças sempre se divertem com os com patos – mas cuidado com os gansos! – além de ser ótimo para um piquenique pela tarde ou manhã em dias mais amenos.

Curiosidades sobre o Lago Negro

O Lago Negro é na verdade um lago artificial constuído por Leopoldo Rosenfeld em 1953. Anteriormente o local chamava-se Vale do Bom Retiro. Entretanto em 1942 ocorreu um incêndio na região que acabou destruindo o Vale.

A ideia em sua reconstrução era recriar uma paisagem típica alemã, bastante familiar aos moradores da região. As árvores que cercam as margens do Lago Negro foram trazidas diretamente da famosa Floresta Negra, no sudoeste da Alemanha.

lagonegro3-7831562-3056135-8527070

A área do parque possui quase 90 mil metros quadrados, porém o lago possui apenas 17 mil e 400 metros quadrados de área e profundidade máxima de 14 metros.

Lago Joaquina Rita Bier

O Lago Joaquina Rita Bier em Gramado, é um lago artificial com 17 mil metros quadrados. As belas árvores araucárias já passam de 70 anos. O lago foi idealizador por Leopoldo Rosenfeld.

lago-joaquina-rita-bier-585x384-4148482-5478478-7163808

O lago Joaquina Rita Bier é um local bastante agradável para passeios, ambiente funciona diariamente e o acesso não e restrito liberado para todos os públicos.

O que Fazer no Lago Joaquina Rita Bier:

Uma pequena ilha ao centro do lago adorna ainda mais a bela paisagem do lago. Um local ideal para fazer caminhadas ou praticar exercícios. 

Atualmente também hotéis se instalaram perto do lago, utilizado ainda para eventos e palco de agradáveis caminhadas.

Curiosidades do Lago Joaquina Rita Bier:

O Lado Joaquina Rita Bier é um dos cartões postais de Gramado e reflete o espírito de tranquilidade e turismo da cidade. Na época do Natal Luz, é realizado o grande espetáculo no Lago Joaquina Rita Bier.

Lindas apresentações de óperas a céu aberto. Sem falar das chamas de fogo, que atravessam o lago, e o show das águas dos chafarizes.

Como Chegar no Lago Joaquina Rita Bier:

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção sudoeste na R. 15 de Dezembro em direção à R. Santos Dumont 68 m, Vire à esquerda na R. Santos Dumont 290 m, Vire à esquerda na R. Pref. Nelson Dinnebier 500 m Vire à esquerda na Av. das Hortências 49 m, Na rotatória, pegue a 1ª saída para a R. Ângelo Bisol 550 m, Vire à direita na Av. Borges de Medeiros/R. Ângelo Bisol 28 m, Na rotatória, pegue a 1ª saída para a R. Leopoldo Rosenfeld.

Mundo Encantado

O sonho do Mundo Encantado, partiu do Sr. Moacir Foss, que ainda muito jovem deu início à suas primeiras miniaturas. Sua ideia era transmitir através de suas miniaturas: a cultura, a tradição e os costumes da época da colonização dos europeus na serra gaúcha.

download-3-2221306-4556573-1813073

Uma de suas primeiras obras em miniaturas, foi à cidade de Jerusalém e Belém, locais onde Jesus nasceu e foi crucificado. Essa miniatura que representa a história de Jesus, ficava exposta no mês de Dezembro de 1970 até 1972, em sua antiga casa, na Praça de Gramado.

O que Fazer no Mundo Encantado:

A atração principal do Mundo Encantado é a miniatura do trem Maria fumaça, que no início do século passado, era o único meio de transporte entre a serra gaúcha e a capital. Várias atrações como  Casas típicas italianas e alemãs , Carretas de bois Moinhos de farinha de milho, Serrarias , Marcenarias, Produção de vinhos e Estação de trem.

Curiosidades do Mundo Encantado:

Todas as miniaturas foram feitas com todos os detalhes, para representar ao máximo a colonização dos italianos e alemães. Cenários com miniaturas de gente trabalhando com arados, trabalhadores cuidando de fazendas e animais, mulheres lavando as roupas na beira dos rios, trabalhadores colhendo uvas para fazer o vinho.

Como Chegar no Mundo Encantado:

Partindo do centro de Gramado – Siga a R. Santos Dumont e R. Pref. Nelson Dinnebier até Av. das Hortências 3 min (850 m), Vire à esquerda na Av. das Hortências 26 s (49 m), Continue até Bairro Belverede 2 min (400 m), Dirija até Av. das Hortências em Vila Suica.

Praça das Comunicações

A Praça das Etnias, localizada na Av. Borges de Medeiros, ao lado da Estação Rodoviária de Gramado, foi inaugurada em 22 de novembro de 2012. Em substituição à antiga Praça das Comunicações, o novo espaço tornou-se mais um ponto turístico em Gramado e está pronto para receber os turistas e a comunidade gramadense.

praca-das-comunicacoes-01-585x384-8675288-9433727-8466979

A Praça das Etnias recebeu esse nome pois abriga três casas, alemã, italiana e portuguesa, em alusão aos colonizadores da cidade.

A casa alemã, em arquitetura enxaimel, já existia no local e se junta com a casa portuguesa, com arquitetura típica lusitana e piso nas cores da bandeira do país, e à casa italiana, originalmente construída em 1937 e agora adquirida pelo Poder Público, feita em pedra maciça e madeira, respeitando os detalhes da obra original.

No local também foi construída uma casa de pedra, onde o turista pode adquirir os passeios de agroturismo, cujo ponto de partida é em frente à praça.

O que Fazer na Praça das Comunicações:

Uma praça muito agradável que dispõe de um bom espaço para as crianças correrem e brincarem a vontade. A Praça abriga a Casa do Colono que vende produtos típicos gaúchos: deliciosos pães, biscoitos e bolos, queijos, vinhos, e outros.

Curiosidades da Praça das Comunicações:

O espaço conta com belíssimos jardins e um pergolado central, com bancos, para aquele chimarrão no fim de tarde ou simplesmente para um descanso durante o passeio pela cidade.

Além disso, moradores e visitantes ainda podem adquirir produtos na Feira Orgânica, como verduras, conservas e também artigos feitos em madeira e enfeites natalinos, assim como os produtos coloniais, geléias, pães, bolachas e cucas, na Casa do Colono. Tudo isso em um só lugar.

Como Chegar na Praça das Comunicações:

A Praça das Comunicações está ao lado da rodoviária de Gramado. Partindo do centro de Gramado – Siga na direção sudeste na Av. Borges de Medeiros em direção a Rua Augusto Zatti, Passe por 2 rotatórias o destino estará à esquerda.

Vinícola Ravanello

A Vinícola Ravanello foi inaugurada em fevereiro de 2010. Possui os melhores equipamentos de tecnologia para a preparação dos vinhos. A vinícola produz 70.000 litros/ano.

vinicola-ravanello-02-585x384-7609828-8199055-8705107

O clima da serra gaúcha favorece a produção dos vinhos brancos, tintos e espumantes da Vinícola Ravanello em Gramado. O vinhedo possui 2,5 hectares e o prédio da vinícola 1.300m².

O que Fazer na Vinícola Ravanello:

Você está convidado a conhecer, desde a colheita das uvas até o processo de estocagem dos vinhos. Após a visita guiada na vinícola, você poderá degustar um dos melhores vinhos do Sul.

Curiosidades da Vinícola Ravanello:

Espaço Gourmet, é um espaço de muito requinte e sofisticação, onde poderá ser realizado eventos empresariais, possui sistema de projeção em telão e sonorização ambiente. Cozinha industrial com todos os equipamentos e utensílios.

A vinícola Ravanello trás um ambiente totalmente climatizado – som ambiente – Lareira para os dias mais frios – Acessibilidade para cadeirantes – Wifi – Capacidade para até 120 pessoas – Espaço externo de 600m².

Como Chegar na Vinícola Ravanello:

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção noroeste na Av. Borges de Medeiros 150 m, Na rotatória, pegue a 3ª saída para a R. Sen. Salgado Filho 150 m, Vire à esquerda na R. São Pedro 400 m, Na rotatória, pegue a 1ª saída para a Av. das Hortências/RS-235 2,4 km Na rotatória, pegue a 1ª saída e mantenha-se na RS-235 em direção a Porto Alegre/Via N.Petrópolis 3,9 km,  Vire à esquerda 210 m, o destino estará à direita.

Igrejas de Gramado

A religiosidade cristã é muito presente e marcante na cultura brasileira. Assim sendo, Gramado não é diferente e possui templos incríveis, um destaque da arquitetura da região seguindo o estilo europeu.

A fé dos imigrantes atravessou o Atlântico e foram erguidas igrejas católicas e luteranas em pedra e alvenaria. Desse modo, as igrejas de Gramado se misturam á paisagem urbana com suavidade, em harmonia com os hoteis, casas e prédios em estilo arquitetônico semelhante. 

igrjagramdo-2255068-2707576-8009731

As avenidas compridas e decoradas com Hortênsias indicam o caminho para as igrejas da cidade.

Igreja Matriz São Pedro

Quem imaginou que a Igreja Matriz São Pedro se tornaria um ponto turístico bem frequentado? A ideia de construir a Igreja partiu do Arcebispo D. João Becker em 1917.

No inicio era uma pequena capela de madeira, mais tarde com a chegada do pároco Padre Guilhermino Maschio, em 1943, foi dado iniciou a construção da igreja, e levou aproximadamente 8 anos para ser concluída. Na entrada da igreja há uma estatua de São Pedro.

igreja-matriz-sao-pedro-gramado-02-590x260-3159653-7773949-7001980

O sino da igreja pesa cerca de 1.000 quilos. Foi criado em bronze, aço e estanho. Em 2009 o sino foi sistematizado eletronicamente. A altura total da igreja é de 860 metros, sendo 46 metros de altura da torre.

A igreja mais conhecida em Gramado com certeza é a Igrja Matriz da cidade, conhecida como Igreja de São Pedro. Embora tenha sido construída em madeira em 1917, essa igreja recebeu uma reforma 1942, dando forma á estrutura em pedra basáltica que conhecemos hoje.

Ao chegar no local os visitantes já podem se encantar com um jardim florido e um pátio muito bem preservado, perfeito para tirar fotos ou sentar e bater um papo fim de tarde. Mesmo que não esteja acontecendo algum culto o acesso ao templo é livre em horários comerciais, um marco da arte sacra no país e muito requisitado pelos turistas que vão á Gramado.

O destaque vai para os vitrais magníficos que narram a história do Apóstolo Pedro, além de sua torre que possui 46 metros de altura.

O que Fazer na Igreja Matriz São Pedro:

De dentro da igreja, que pode ser visitada sem qualquer custo, é possível admirar mais de perto os vitrais sacros de seu altar. Embora seja uma igreja simples, sua arquitetura é muito bonita e a construção tem um grande apreço dos moradores locais.

Na frente da igreja, está uma praça com estátuas em homenagem aos apóstolos e durante a noite ela costuma receber uma iluminação especial. Durante o Natal Luz, principalmente, é um local que recebe muitos turistas.

Curiosidades da Igreja Matriz São Pedro:

A construção da Igreja Matriz São Pedro de Gramado, foi inspirada no estilo arquitetônico romano. Foram cerca de 78 mil pedras basálticas, que foram extraídas de pedreiras próxima à cidade de Gramado, e foram arrastadas em zorras puxadas por bois.

Os vitrais sacros da igreja foram pintados pelo artista alemão Pedro Dobmeier que marcam as passagens da vida do apóstolo Pedro ao lado de Jesus Cristo.

Como Chegar na Igreja Matriz São Pedro:

Partindo de centro de Gramado – Siga na direção sudoeste na Euzébío Balzaretti em direção à Av. Borges de Medeiros 140 m, Vire à esquerda na 1ª rua transversal para R. São Pedro 260 m, Vire à esquerda na R. Sen. Salgado Filho 130 m, Na rotatória, pegue a 1ª saída para a Av. Borges de Medeiros, o destino estará à direita

A Igreja é encontrada na Avenida Borges de Medeiros, 2659, Centro. A visitação é livre, com entrada franca e cultos católicos regulares o ano inteiro.

Igreja do Relógio

Adiante, bem próximo da Igreja Matriz está a Igreja Evangélica de Confissão Luterana, popularmente conhecida como Igreja do Relógio, por causa de sua torre que pode ser avistada de quase qualquer ponto da cidade e tem manter sempre informado da hora certa.

O templo luterano foi inaugurado em 1961 e é dedicado ao Apóstolo Paulo. Está localizada em um ponto alto de Gramado e possui uma arquitetura bastante influenciada pelos imigrantes alemães, que trouxeram a vertente luterana para a cidade. Na praça onde fica a Igreja está um belo jardim de Hortensias – flor característica de Gramado.

igreja-do-relogio-01-6660811-5845074-5957794

A Igreja do Relógio fica em um jardim de Hortênsias, em um ponto alto de Gramado.

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) foi inaugurada em 5 de fevereiro de 1961 e dedicada ao apóstolo Paulo, seguidor de Cristo. Seu relógio faz parte do dia a dia da cidade e sua localização, sobre um bouquet de hortênsias é um dos cartões postais de Gramado.  O “nome” vem de seus ponteiros, avistados de boa parte de Gramado e consultado por moradores e turistas o dia todo.

Seu relógio faz parte do dia a dia da cidade e sua construção em cima de uma colina sobre um boquet hortênsias.

Como chegar na Igreja do Relógio

A igreja está na Avenida das Hortênsias, 1350, Centro. A entrada é franca e pode ser visitada das 08:30 ás 11:30 e das 14:00 ás 18:00. Os cultos são realizados ás quintas e domingos.

Partindo do centro de Gramado – Siga na direção sudeste na Av. Borges de Medeiros em direção a Rua Augusto Zatti 13 m, Vire à direita na Rua Augusto Zatti 140 m Vire à esquerda na R. São Pedro 260 m, Na rotatória, pegue a 1ª saída para a Av. das Hortências, o destino estará à esquerda.

O que Fazer na Igreja do Relógio:

A principal atração da igreja é o sino, que foi fundido em 1826 na Alemanha, e os relógios em 1954, que podem ser admirados no topo da torre que possui quatro faces. No verão o charme da igreja fica por conta das hortênsias que enfeitam a redor da igreja.

Curiosidades da Igreja do Relógio:

No verão as hortênsias transformam  o pátio da Igreja do Relógio em um lindo jardim, o desabrochar das flores dão um toque mais colorido. Não deixe de visitar!

Paisagens em Gramado

A natureza sempre oferece experiências incríveis a custo zero, é um privilégio que todos podem ter. Em Gramado isso não é diferente. A cidade está localizada na Serra Gaúcha, permeada de montes, vales e cascatas.

A vegetação é um encontro entre a Mata Araucária e porções de Mata Atlântica nos locais mais baixos da cidade. Pela manhã, ou fim de tarde em dias mais frios, é possível contemplar uma espessa neblina que escorre da Serra.

maxresdefault-7019931-1813263-6509010

As brumas em Gramado com certeza são um deleite para os olhos, realmente inesquecível.

Belverde Vale do Quilombo

A principal vista da Serra Gaúcha em Gramado. Uma breve caminhada pela Avenida das Hortênsias e rapidamente chegamos em um Mirante com vista para o Vale do Quilombo. Impossível ir a Gramado e não vislumbrar esse local. Não há valores para entrar e também não necessidade de ir de carro, apenas chegar e apreciar a vista.

O Vale possui 850 metros de altitude e é sem dúvidas o melhor lugar para ver o nascer ou pôr do Sol em Gramado. Para quem quiser se aventurar é possível descer até o vale acompanhado de guias locais. La no Vale há diversas trilhas pela mata que dão acesso á inúmeras cachoeiras, montes e bosques.

Além disso é uma ótima oportunidade para conhecer a fauna e flora da Serra.

Cascata Véu de Noiva

Ainda sem afastar-se muito do Centro de Gramado é possível conhecer a Cascata Véu de Noiva. Uma das poucas quedas d’água urbanas do país, a Cascata pode ser acessada a pé e a trilha na mata é bastante aberta e fácil de chegar.

maxresdefault-1-5693774-1361781-3290128

A água cai de uma altura de 21 metros e é um passeio bastante refrescante e perfeito pra desligar-se do clima urbano sem precisar ir muito longe.

Mini Mundo em Gramado

Uma das atrações mais tradicionais de Gramado. O Mini Mundo é um espaço na cidade com réplicas em miniatura de construções, desde as mais antigas até as mais modernas. No parque as miniaturas podem chegar a ser ate 24 vezes menores que o tamanho natural.

minimundo-7953339-3308419-1037481
foto: Fernanda Steffen

É possível ver em detalhes cidades interias, construções medievais e é claro construções típicas de Gramado.

Conhcendo o Mini Mundo

O Parque Mini Mundo surgiu no espaço de lazer do hotel Ritta Höpnner contendo inicialmente uma casa de bonecas e uma estação ferroviária.

Hoje o parque conta com dezenas de estruturas e o trenzinho chega a percorrer 5 mil km por ano. As peças são produzidas em uma oficina ali mesmo, cada construção é minuciosamente estudada para que não haja perca de detalhes e a qualidade seja sempre alta.

Existem construções do mundo inteiro, principlamente brasileiras e europeias, sendo que muitas são baseadas em construções reais. Alguns exemplos são o Museu Paulista, o Aeroporto de Bariloche na Argentina e o Castelo de Lichtenstein.

Além das mini construções o parque abriga mini moradores que dão um pouco mais vida ao local e aguça a imaginação dos visitantes. Embora pequenos, o nível de detalhe das miniaturas é gigantesco, sendo que inclusive os materiais utilizados muitas vezes são semelhantes aos projetos originais.

jct-parque-mini-mundo-de-gramado3-7303413-5602216-7098112

Em 2008 foi realizada a primeira eleição fictícia do Mini Mundo, empossando a mini prefeita Rosicléia Justina do Partido Democrático Mini-mundense. É um lugar indispensável para levar as crianças – ou para sentir-se como uma!

Como chegar no Mini Mundo em Gramado

O Parque Mini Mundo fica na Rua Horácio Cardoso, 291. Está aberto para visitação todos os dias das 08:30 ás 18:00 e os ingressos custam R$ 36,00 inteira e R$ 18.00 a meia. O local possui estacionamento, praça de alimentação e espaço infantil.

O Cinema de Gramado

Não da pra falar de Gramado sem falar de cinema. A cidade é famosa pelo seu Festival de Cinema Latino-Americano, que é realizado anualmente desde 1973. Todo esse movimento surgiu pela paixão dos habitantes por cinema, decidindo concentrar as produções nacionais e da América Latina na região a fim de dar destaque a esses filmes, que dificilmente conseguem competir com os estrangeiros.

45-festival-de-cinema-de-gramado-2017-08-17-18-20-23-cle-0268-1170x780-9574970-1259498-5512244

O Festival era realizado no antigo Cine Embaixador, que após ser reformado passou a ser chamado de Palácio dos Festivais.

Museu do Festival de Cinema de Gramado

Talvez o principal ponto turístico de Gramado. O Museu fica ao lado do Palácio dos Festivais e tem capacidade para receber cerca de 2,8 mil pessoas por dia. O MFCG é bastante moderno e preparado para receber os turistas.

Nele você encontra mostras interativas que contam a história do Festival de Cinema de Gramado, além da história do cinema Latino-Americano. Há vários espaçoes interativos, sendo possível até mesmo criar um pequeno filme ali mesmo no museu. Em muitos lugares você verá o Kikito – deus da alegria – figura que incorpora o troféu dado aos vencedores do Festival.

Mais de 10 mil documentos foram analisados para a sua fundação em 2016 e é considerado um dos mais completos museus de cinema do mundo. Se você é cinéfilo, ou apenas gosta de cinema essa é uma parada obrigatória.

Como chegar no Museu

O MFCG fica na Avenida Borges de Medeiros, 2659 e funciona das 11:00 ás 21:00 de segunda a domingo. Em dias de semana a entrada custa R$ 20,00 e em fins de semana e feriados o valor é R$ 30,00.

Perguntas frequentes

Qual o melhor mês para visitar Gramado?

Amantes do cinema: agosto (Festival de Cinema) Os amantes do cinema devem viajar para Gramado em agosto.
Economize: Setembro (Primavera) Dicas para quem quer economizar em Gramado: Setembro!
Aproveite o frescor: julho (inverno) Para quem quer curtir o frescor de Gramado, julho é a melhor escolha.

Quanto gasto para passear em Gramado?

De um jeito econômico Cerca de R$128 por dia

Quando é baixa temporada em Gramado?

Outubro

Agora que você já sabe o que fazer em Gramado está esperando o quê pra visitar? Além de todas essas atrações a Serra Gaúcha é um dos mais bonitos destinos do nosso país, imperdível.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.