Modern technology gives us many things.

Relatos de um anônimo sobre pacto com o diabo

0

Para aqueles que imaginam que os demônios são criaturas assustadoras, eu afirmo que vocês estão enganados, em três reuniões “já fui enganado” por ele, pude observar e ter o erro de pensar que estava lidando com seres de educação extrema, elegante e bonita.

O sonho de ser rico


Eu nasci em uma família modesta, mas sempre sonhei em me tornar um milionário. Quando eu tinha 18 anos se você não fosse um menino bonito, mal conseguia uma namorada, e se fosse pobre, era pior, então sonhando em me tornar uma pessoa rica e importante, decidi fazer um tratado com o diabo quando tinha 19 anos.

À meia-noite, criei a coragem e fui a uma encruzilhada no meio de um canavial e chamei Satanás três vezes, esperei e nada, repeti as ações mais duas vezes, aguardei novamente e nada aconteceu, então eu desisti e fui para casa . Depois de três dias, fui a um famoso bar da cidade (não vou nomear para preservar o lugar) eu estava com uns amigos sentados em uma mesa em frente à rua quando de repente chegou um carro de luxo, e desceu então um homem que parecia ter cerca de 30 anos de idade, vestindo roupas pretas, olhos azuis e de cabelo loiro. Educadamente se sentou em nossa mesa e ficou bebendo uísque até a hora que fui embora.

Eu trabalhava como um assistente geral em uma fabrica de baterias e no outro dia assim que eu fui ao trabalho, o mesmo homem da noite passada estava parado em frente ao meu setor, e veio até mim, seu olhar era hipnotizante, chegou muito perto e disse: Olá Marcos nós estamos aqui, ouvimos o seu grito. eu sem entender nada: Nós quem? eu perguntei. Surpreendentemente, ele deu um sorriso e colocou a mão no meu ombro sussurrando em meus ouvidos, estaremos lá às 18 horas te esperando. Eu trabalhei meio que sem saber o que estava acontecendo até que eu decidi perguntar quem era esse homem, mas ninguém viu ou sabia do que eu estava falando. Então a ficha caiu e eu me lembrei do pacto, seria mesmo o diabo?

Eu sai do trabalho às 17:45 e na estrada para o ponto de ônibus, parou do meu lado o mesmo carro da noite anterior, abri a porta dos fundos e eu pude ver aquele homem que encontrei no meu trabalho, o homem que ninguém conhecia, que não era visto , mas ele estava lá, eu rapidamente olhei meu relógio e era exatamente 18 horas, como ele marcou, explicar o que senti naquele momento é difícil porque eu nem sequer achei que aquele homem poderia ser o diabo, era uma dúvida, medo e curiosidade, mas como se eu tivesse seduzido pelo convite, decidi entrar no carro.

Viajando com Satã

Quando entrei no carro o silêncio tomou o meio ambiente, até que eu decidi perguntar quem ele era e o que ele queria comigo, a resposta foi:
“Somos tantos, o que queremos? Nós queremos que você se junte a nós”
Eu disse; Tantos? como assim? E como posso me juntar á vocês? E ele respondeu:
“Este corpo é apenas um intermediário entre nós e você, porque somos uma legião, eu e meus irmãos queremos que você se junte a nós sobre o serviço do querido mestre, Lúcifer e em troca receberá toda a riqueza e ele receberá toda a riqueza e prazeres da Terra.”
Fiquei completamente perplexo, por poder criar um pacto para trazer dinheiro, riqueza e mulheres, mas quando eu vi que isso realmente era possível e que podia negociar com uma legião a minha própria alma, admito que fiquei com medo, e esse medo me fez perguntar: e Deus? Porque se você existi claramente deus existe também, e se eu te der minha alma como eu fico com Deus? Quando morrer, vou realmente para o inferno ficar queimando para sempre? Ele começou a rir muito achando graça da minha ignorância, então ele respondeu:
“Marcos … O que é Deus que você quer dizer? Ao adversário do nosso amado mestre? Mantenha a calma e relaxe porque tudo nada mais é do que um grande jogo de xadrez, Lúcifer é grande arquiteto, apenas deseja o que é bom para as pessoas, seu oponente “deus” é quem faz o mal, ele usa tragédias e misérias para alcançar seguidores, e inferno é mais uma tática que ele usa para por medo nos seus oponentes.

Sem palavras que eu apenas olhei para trás e eu disse, o que você quer que eu faça? Ele olhou para mim e me deu uma pasta preta, desses quadros com enfeites amarelos brilhantes e me disse para aproveitar o resto da semana, mas me pediu para abrir o arquivo em casa, então saí do carro. Fui para casa, minha curiosidade era extrema, eu não resistia mais. Fui rapidamente abrir a pasta, para minha surpresa, o envelope estava cheio de dinheiro, também tinha um confuso papel em um envelope grande, feito de um papel grosso e amarelo com um mau que parecia carne estragada, mas não era muito forte.

Eu guardei o envelope com um papel estranho e fui para balada, naquela noite, eu estava cheio de dinheiro e me sentindo o máximo, sai com os amigos e bebemos e depois fomos a uma discoteca, fechamos a casa e a orgia rolou solta com bebidas e muitas mulheres, passamos a noite na farra.

Poucos dias depois, eu já tinha um carro novo, uma casa nova, e vivia uma vida de luxo, imaginando que tinha assinado um contrato com o diabo, só esperando o que ele me daria, sem esperar que as consequências viessem. No meio da noite, eu estava deitado na cama e assistindo um filme com as luzes apagadas, quando de repente vi um homem parado na porta do meu quarto, só consegui ver sua silhueta devido ao brilho da TV , e fiquei apavorado. Quase tive uma parada cardíaca, com medo de uma pessoa que aparecia no ar como se fosse um fantasma, criei coragem, acendi a lâmpada, olhei para uma mulher linda, sorridente, muito sexy a propósito, eu perguntei calmamente: Quem é você? Ela me respondeu com uma voz muito suave e atraente, sou a administradora do seu contrato, mas pode me chamar de EMPUSA, (achei um nome estranho, mas não perguntei nada). Ela me pediu para levar o envelope e o papel fedorento da pasta junto com o dinheiro, não pensei muito, levei o envelope até ela, ela pegou o papel dentro e colocou na minha mesa de cabeceira e caminhou até mim, ela alta, pele clara e cabelos pretos lisos, olhos escuros e cintura cobiçada, muito perfumada, pernas bem torneadas e rígidas, estava usando um vestido de festa longo vermelho, brilhante, se aproximou de mim e começou a me beijar, eu estava quase hipnotizado e seduzido por um desejo inexplicável, ainda com medo, me rendi e me deixei seduzir, fizemos coisas que nunca pensei que pudesse fazer na cama, passei por coisas indescritíveis.

Passamos a noite toda juntos e de manhã cedo às 6 horas, ouvi o interfone tocar. Ela já estava arrumada e pronta para sair, mas curiosamente estava com roupas completamente diferentes da noite passada. Sem saber de onde ela tinha tirado essas roupas, eu procurei pelo vestido vermelho e não achei, ela olhou para mim e me disse: não vai atender a porta? Depois disso, fui ver quem me acordou com essas horas e o que eu queria.

Abrindo a porta, um homem de cerca de 2 metros, aparentando uns 20 anos, bem vestido, saiu rapidamente e sentou-se no meu sofá, com tanta informação na cabeça, não perguntei nada, apenas esperei acontecer , veio a jovem Empusa da sala, ela pegou minha mão direita e começou a chupar meu dedo indicador, ela pegou meu dedo com os dentes e o cortou profundamente, naquele momento, sua boca ficou com os dentes afiados de um tubarão e meu dedo começou a sangrar muito rápido. Ela pegou meu sanguee passou no meu peito do lado esquerdo porque eu ainda estava sem camisa e de bermuda, e fez uma cruz de cabeça para baixo no meu peito. Nesse momento, o homem sentado no sofá se levantou, a peça de papel que acabei de mencionar já estava com ele, ele veio em minha direção e me pediu para escrever o seguinte com meu próprio sangue:

“Eu Marcos ………. , me entrego a Lúcifer, Deus eterno das coisas do mundo, senhor da alegria e dos prazeres, e renego a meu rival, deixo a minha alma e o meu ser em gloria honra e poder de Lúcifer renego a criação e as doutrinas de meu rival e tudo que vier dele, sou a partir de hoje filho amado e propriedade do meu senhor, Lúcifer e abomino tudo que for pertencente o grande inimigo e rival de Satanás”

Eu quase hesitei, mas não pudia viver sem o conforto do dinheiro e sedi a tentação. o sentimento no meu peito era que aquele era o último momento em que entrego minha alma em um tratado com o diabo.
Assim que ele saiu pelaporta, olhei para o lado tentando ver a mulher que estava comigo, mas ela não estava mais lá, ela desapareceu como se evaporasse no ar, então eu comecei a sentir meu corpo novamente e, percebi naquele momento, aquele homem era Satanás.

o Sucessso chegou

Os dias passaram e minha vida caiu na rotina, então um lindo dia depois de cerca de 40 dias depois do que aconteceu, recebi um telefonema de uma multinacional onde fui convocado para uma entrevista, no telefone é dito que eu deveria comparecer, porque se tratava de um acordo que assinei recentemente e eu, claro, sabia o que era. Quando cheguei a “empresa”, fui bem tratado pela recepcionista, que me levou para uma sala de reunião, onde havia uma mesa, e cerca de vinte assentos ao redor dela, cada cadeira tinha um homem sentado, exceto uma reservada para mim, eles sabiam meu nome e me tratavam como se me conhecesse há anos, mas nunca tinha visto nenhum daqueles homens.

O homem que estava na base da mesa se levantou e disse:
“Marcos, sente se agora você é da família e nesta família, cuidamos uns dos outros”

Sentei-me e perguntei o que era tudo isso, então fui informado por uma longa conversa, que aquela multinacional era como um hobby para que eles se encontrassem quando quisessem. todos foram muito educados e me deram um cartão de uma conta já existente com meu nome e um extrato com as informações em que consta, 5 milhões Reais depositados em meu nome, sem entender nada eu perguntei: é o pagamento do pacto que fiz a alguns dias?

Todos me olharam com ternura e responderam que sim, e que era apenas o começo, ganhei naquele dia um cargo na diretoria da mesma empresa e fui indicado a participar de uma loja Maçônica, nos dias decorrentes fui apresentado a políticos importantes e empresário famosos, participei de festas da alta sociedade e conheci vários artistas que também tinhão feito um pacto assim como eu, tinha um salário de dar inveja, comprei uma bela casa, um belo carro e tinha condições para ostentar o que eu desejasse.

O luxo fazia parte de mim. Conheci uma atriz muito famosa e comecei a namorar com ela sem revelar à mídia que estávamos namorando. Fomos a uma festa em Londres e fomos para um lugar isolado e quando chegamos lá tivemos que colocar máscaras pretas e tirar todas as nossas roupas e entrar no corredor que levava a uma passagem subterrânea. eles nunca comentavam o que acontecia nessas reuniões ou festas, fiquei curioso aceitei e entrei no jogo, quando entrei na sala, notei um ambiente muito luxuoso e agradável, com uma cama redonda no meio, uma mulher de pé na cama, envolta em preto da cintura para cima os lençóis, que só podem ser vistos abaixo do umbigo, são avermelhados como luzes de motel, e a máscara em seu rosto escondia seus traços faciais.

Ao redor da cama tinham cinco homens fortes e nus. assim que eles me notaram começaram a ter relações com uma garota sob a cama, eu fui convidado a participar. todos penetraram ela e na minha vez, me aproximei e eles retiraram o lençol de seu corpo, eu fiquei chocado com o que eu vi, aquela linda jovem era a atriz que citei antes, não tive nenhuma reação, então ela veio me beijar e murmurou em meus ouvidos; “Não é apenas você que têm segredos:” acabou que eu também entrei na orgia que durou o resto da noite.

Claro que o namoro acabou depois disso, mas não tinha motivos para eu reclamar da vida tinha tudo que queria, minha vida era regrada a sexo, luxo e poder, quando falo poder é ter condições e o PODER realmente de dar opiniões e interferir tanto em questões politicas quanto financeiras do meu pais, cujas consequências eram refletidas severamente na sociedade brasileira, eu tinha acesso a deputados, senadores e ate mesmo a presidentes da época.

Então, com meus 22 anos, cansado da solidão causada pela futilidade daqueles que pensam só em dinheiro, eu finalmente conheci uma garota, uma menina de princípios, ao contrário daqueles que faziam parte da minha vida. eu a amava e então nos casamos. Tivemos dois lindos filhos, mas eu tinha uma vida duplicada porque ela era muito religiosa e eu era satanista, eu escondia esta vida, ela nem imaginava quem eu realmente era.

Quando meu segundo filho completou 1 ano, recebi uma visita de um dos líderes da organização, ele me trouxe uma noticia assustadora, informando que eu deveria sacrificar meu filho para honrar e adorar o diabo, Porque eu deveria provar o meu amor com o grande mestre “Lúcifer” ou sofreria sérias consequências. Nessa época percebi quem eu era e as pessoas que me envolvia. eu estava envolvido em rituais satânicos, mas nunca relacionados com uma criança e pior ainda com meu filho que eu amava muito.

Quebrando o Pacto

Sob pressão psicológica, mas resistindo, pois aquelas duas crianças “meus Filhos tinham mudado algo dentro de mim assim que nasceram, eu não podia fazer mal a nenhum deles, então tomei a decisão de contar tudo a minha esposa que reagiu da pior forma possível, mas muito religiosa e caridosa não me deixou e pelo contrário, disse que se eu me arrependesse de coração estaria livre daquele acordo “Pacto”.

Eu não pensei duas vezes, quebrei meu compromisso com o diabo, deixei todas as minhas vidas de pecado no passado e fui ajudar na igreja, e imaginei ter certeza de que estava seguro ali, pelo menos era o que achava até receber a noticia de que minha esposa tinha sido sequestrada. Os dias passaram e eu não tinha noticias delas, até que duas semanas depois, recebi a noticia de que ela havia sido esquartejada para um ritual satânico. Rituais esses que eu já tinha participado.

Eu senti na pele a mesma dor que causei em outras famílias antes. com muito medo de que algo acontecesse com meus filhos, eu procurei ajuda em algumas igrejas e nada, comecei a receber visitas diárias dos demônios com sombras negras que me congelavam quando passavam. Um dia meus dois filhos ficaram doentes e eu tive que levá-los ao médico, no caminho um acidente de carro acabou com a vida de ambos e me deixou paralisado. Minha coluna espinhal quebrou e eu perdi os movimentos das pernas ficando preso em uma cadeira de rodas.

Hoje vivo em uma cadeira de rodas, sofro pela perca da minha esposa, me culpo pela morte de meus filhos e sou atormentado diariamente por demônios que me fazem desejar a morte como alivio de tanta dor, perdi todo o dinheiro que tinha e sou cobrado por sussurros demoníacos que gritam em meus ouvidos:

” Você teve tudo que prometemos, dinheiro, Luxuria e poder, agora estamos cobrando nossa parte e aguardando o dia em que iremos buscar Você!”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.